A maior manifestação pelo “IN” na campanha terá lugar no Sábado (dia 28)

O Movimento Democracia na Europa (DiEM25) chega à Grã-Bretanha.

Mais de 1000 pessoas irão reunir-se Sábado para a “maior manifestação pró-UE da campanha do referendo”, conforme anunciado pelos ativistas.

Com apenas um mês até ao referendo, a campanha do grupo Another Europe is Possible declararam ter recebido uma “onda de apoio” para a sua tourné nacional.

O evento em Londres terá discursos do Chanceler sombra, John McDonnell, da Deputada do Partido Verde, Caroline Lucas, e do ex-Ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis.

O evento faz parte do Movimento Democracia na Europa (DiEM25), iniciado por Varoufakis e Lucas (entre muitos outros ativistas europeus, políticos e artistas) em Berlim no passado mês de Fevereiro. A campanha pan-europeia tem como objetivo construir um movimento ao nível continental para democratizar a UE e torná-la responsável perante os cidadãos. No evento de Sábado, os líderes políticos e membros do público vão assinar a “Declaração de Londres”, comprometendo-se a fazer campanha para uma União Europeia mais democrática. O evento incidirá especificamente sobre a questão da soberania.

Yanis Varoufakis, iniciador do DiEM25, disse:

“A Grã-Bretanha precisa de recuperar a sua democracia, proteger os seus cidadãos mais fracos e proteger o seu ambiente. E a única maneira de fazer isso é ficando na UE e, juntamente com milhões de europeus de todo o continente, lutar para democratizar, civilizar e humanizá-la. O DiEM25 recusa render-se ao autoritarismo de Bruxelas, mas, com a mesma determinação, recusa-se a recuar para o Estado-nação.”

“No dia 28 de Maio, apresentaremos o caso radical para permanecer na UE como o primeiro passo para recuperar a soberania democrática ao confrontar o autoritarismo, a irracionalidade e a falta de humanidade a uma escala continental.”

Além do evento, Lucas, a apoiante fundadora do Another Europe is Possible e do DiEM25, disse:

“É fantástico ver tantas pessoas a inscreverem-se para estes eventos. Com o foco principal da campanha centrado em figuras do establishment, eu não estou surpreendida ao saber que as pessoas se estão a agrupar para ouvir vozes alternativas.”

“Estou ansiosa para unir forças com o Partido Trabalhista, os sindicatos e pessoas de todo o movimento progressista na campanha para a Grã-Bretanha continuar a fazer parte da UE. Sabemos que a UE não é perfeita – mas estamos empenhados em trabalhar além fronteiras para a melhorar”.

“Para os progressistas os factos são claros: a Grã-Bretanha é mais justa, mais segura e mais verde enquanto membro da União Europeia.”

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here

Doar para a causa