Debate público do DiEM25 em Portugal: “A esquerda progressista faz falta à Europa?”

No passado dia 2 de Julho organizámos o nosso primeiro debate aberto ao público com o título “A esquerda progressista faz falta à Europa?”.

Abrimos esta conversa relembrando a história do movimento DiEM25 em Portugal, refletindo sobre o que nos aproxima e diferencia de outros movimentos e forças políticas e que espaço queremos ocupar na sociedade portuguesa.

Este debate alargou-se ainda para qual o papel do movimento DiEM25 na Europa e quais os grandes desafios que enfrenta e como os irá abraçar.

O debate prosseguiu com a apresentação das posições específicas do DiEM25 Portugal em relação a temas que achamos de vital importância::

• Democracia e Transparência: a luta por uma Europa sem oligarcas
• Transição Verde
• Habitação: casa para as pessoas e não para o lucro
• O novo movimento não alinhado.

A participação de todos os elementos do público -membros, simpatizantes e curiosos – foi essencial para uma discussão construtiva sobre qual o futuro que queremos para a Europa, e como o vamos construir. Por isso, e na sequência deste primeiro debate, decidimos iniciar um novo ciclo no Outono nos quais queremos focarmo-nos em apenas um tema por debate e discuti-lo de forma consciente e com vista a ter medidas concretas que guiem o movimento em Portugal.

 

Em breve voltarão a ter notícias nossas! Até lá, desejos de um excelente Verão!

Queres receber informação sobre as ações do DiEM25? Junta-te aqui

Estamos prontos a unir a Europa pela paz, liberdade e dignidade

Os partidos MERA25 têm candidatos na Alemanha, Grécia e Itália prontos a transformar a voz do Parlamento Europeu

Ler mais

O Declínio Democrático na Europa

Em defesa dos direitos fundamentais e liberdades públicas na Europa: Um apelo radicalmente democrático

Ler mais

Ei, patrão, deixa os miúdos em paz

Não façamos, em Portugal, dos nossos jovens uma fonte alternativa barata de lucro, como na Holanda

Ler mais

E agora, quem condena a censura e o cancelamento?

Varoufakis foi proibido de visitar a Alemanha e de fazer qualquer tipo de atividade política, incluindo por zoom. Onde estão então, neste ...

Ler mais