Eleições nos USA: a luta continua!

As eleições de 2018 nos Estados Unidos vão ser recordadas como uma recusa às políticas do presidente Trump.
Durante a campanha, o presidente Trump decidiu apostar no medo, ‘fake news,’ e supressão da votação por parte de cidadãos e minorias com baixos rendimentos. Os cidadãos recusaram este apelo. Níveis elevados de participação a mulher mais jovem eleita, o primeiro governador abertamente gay eleito, mais notícias do Kansas: a ‘Onda Azul’ de participação democrata ajudou o partido a controlar a câmara baixa.
No entanto não foi o Partido Democrata que ganhou. Foram os progressistas como Alexandria Ocasio-Cortez que surgiram das bases com uma agenda política que vai de encontro ao problemas das pessoas, sem ligações a empresas e a lobbies.
Agora começa a luta a sério começa — não só contra a corrupção da extrema-direita e das elites financeiras, mas para dar voz às pessoas: a luta pela democracia. Os progressistas americanos não estão sozinhos. Os europeus, incluindo o DiEM25, estão a lutar connosco e a construir pontes por todo o mundo!
Aris é membro do DiEM25 e faz parte do CED NYC1.

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here