Requisição Civil, Integração no SNS e Auto-gestão dos Serviços de Saúde Privados, Já!

Reivindicamos a requisição civil imediata de todos os hospitais e equipamentos de saúde privados e a sua integração no SNS, para assistir no combate ao COVID-19!
Estes hospitais devem constituir unidades de saúde autogeridas pelo pessoal médico que neles já trabalha, assegurando a eleição democrática de uma direcção clínica e de uma equipa para coordenar a integração com o SNS. 
As insuficiências atuais do SNS e hospitais públicos são já de todos conhecidas, resultado de um desinvestimento público crónico, apesar de anos de avisos e apelos dos profissionais de saúde
Numa altura em que se combate, no país e na Europa, uma pandemia sem precedentes, fechou em Lisboa um hospital privado e foram despedidos os seus funcionários, médicos e enfermeiros, em regime de lay-off. Que sistema é este que fecha hospitais e suspende a atividade de médicos durante uma pandemia? 
Numa situação de aceleração de contágio em que tudo indica que a estratégia com maior eficácia de contenção é a massificação de testes, o Estado está a pagar 100€ a laboratórios privados por cada teste reencaminhado pelo SNS, mantendo os níveis de testes sempre abaixo dos 2000 por dia, apesar dos casos suspeitos se situarem já em mais de 20000 e continuarem numa tendência ascendente. São as populações mais vulneráveis e pobres que esperam enquanto que quem pode paga 200€ por teste para passar à frente na fila, revelando que mesmo numa crise de saúde pública se mantêm os princípios de mercado. Exigimos já a requisição de todos os laboratórios privados para integração num programa de testes em massa ao COVID-19, seguindo os exemplos da Alemanha e da Coreia do Sul.  
Para prevenir uma catástrofe idêntica à do colapso dos sistemas de saúde espanhol e italiano, exigimos por isso:

  • A requisição civil, integração no SNS de todas as unidades e equipamentos de saúde privados necessários ao combate ao COVID-19, para serem autogeridos
  • Um drástico aumento do número de testes ao COVID-19, através de um plano de testes nacional coordenado pelo SNS

Lucrar com a saúde já é imoral em tempos normais mas durante uma pandemia é criminoso! Não à mercantilização da pandemia! A saúde pública não é um negócio privado! Uma crise pública enfrenta-se com medidas públicas!

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here