Sobre os resultados do referendo no Reino Unido

O DiEM25 fez uma campanha vigorosa em favor de uma votação radical no “IN”.

O “OUT” venceu porque os poderes instalados da UE tornaram impossível, através do seu reinado antidemocrático (para não mencionar a asfixia dos países mais fracos como Grécia), para o povo da Grã-Bretanha imaginar uma UE democrática.

A nossa campanha radical “IN” foi assim derrotada.

Podemos orgulhosamente olhar nos olhos dos poderes instalados em Bruxelas, Berlim, Frankfurt, Paris etc. e dizer-lhes: “Tentámos salvar a UE de vocês. Mas vocês envenenaram tanto a UE ao silenciar as vozes de democratas que, embora nós tenhamos tentado, não conseguimos convencer as pessoas da Grã-Bretanha a ficar.”

Nós, no DiEM25, não estamos dispostos a deixarmo-nos abater agora que o “LEAVE” venceu, contra os nossos melhores esforços. A partir de hoje, um novo e emocionante desafio começa para o nosso movimento democrático pan-europeu.

No DiEM25 rejeitámos a lógica de desintegração da UE implícita na campanha “LEAVE”. Mas também rejeitámos a lógica do business-as-usual para a UE propagada por David Cameron, Tony Blair, Wolfgang Schäuble, François Hollande, Jean-Claude Juncker, Hillary Clinton e todos os outros contribuintes para a perda de legitimidade, integridade e alma da UE.

O DiEM25 lamenta que o povo britânico tenha optado por sair na UE. Mas, ao mesmo tempo, o DiEM25 congratula-se com a determinação do povo britânico em enfrentar a diminuição da soberania democrática, causada pela despolitização abrupta de decisões políticas e pelo consequente défice democrático na UE.

A partir de hoje, o DiEM25 irá apoderar-se do voto “OUT” para promover a sua agenda radical de enfrentar os poderes instituídos da UE com mais força do que antes.

A desintegração da UE já está a decorrer a toda a velocidade. A campanha DiEM25 para construir pontes em toda a Europa, juntando democratas através das fronteiras e dos partidos políticos, é o que a Europa precisa, mais que nunca, para evitar o deslizar para um abismo xenófobo e deflacionário semelhante ao da década de 1930. Neste esforço, os progressistas britânicos estarão no centro das campanhas do DiEM25.

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here