Não à guerra! Não ao expansionismo!

A promessa original da União Europeia aos povos da Europa era simples, mas poderosa: nunca mais a guerra assolará o continente europeu. Hoje, no entanto, vemos uma UE impotente e dividida, assistindo do lado de fora, sem vontade e incapaz de enfrentar a NATO e Putin.

Observamos ansiosamente uma UE a cair na irrelevância, presa entre o expansionismo militarista da NATO e de Putin. Esta não é a Europa prometida aos europeus.

A solução existe e é simples: nenhuma expansão da NATO na Ucrânia. E um retorno imediato das tropas russas ao solo russo.

Esta é a solução que ressoa não apenas com os interesses dos povos da Europa, mas também com os dos nossos camaradas na Ucrânia e na Rússia, que se encontram presos ou com medo de suas vidas, em regimes que revivem o pior da história da Europa.

Os líderes da UE encontrarão a coragem de articular esta solução sensata e razoável “SEM GUERRA”? Não é provável. É por isso que os europeus precisam de movimentos como o DiEM25: para lutar pelos seus interesses, não pelos interesses dos belicistas que lucram com as tensões crescentes e, sim, até com a guerra.

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here

Nós parasitas revolucionários

Caro comentador do Semanário Expresso, É com grande estupefação que nós, membros de um movimento de esquerda, radical e progressista, nos ...

Ler mais

COP OFF! -A Cimeira Climática Alternativa do DiEM25

No próximo fim-de-semana, sábado e domingo, entre as 17h:00 e as 19:30, vem assistir connosco à COP OFF!, a Conferência Climática Alternativa do ...

Ler mais

Exigimos a demissão do Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, pelas afirmações racistas sobre países não europeus

Josep Borrell proferiu um discurso que revelam a terrível mentalidade racista e colonial que permeia mesmo os mais altos níveis da liderança ...

Ler mais

O lançamento do MERA25 Itália: Um novo partido político, de esquerda e radical

Embora as recentes eleições em Itália possam ter deixado muitos de nós à Esquerda desanimados, já não há motivo para desespero

Ler mais