Parem com o Belicismo no Leste Europeu

Um movimento que defende a democracia transnacional só pode opor-se ao imperialismo, à guerra e à violência: os maiores inimigos dos nossos valores e do mundo que procuramos construir.

A acumulação rápida de equipamento militar na Ucrânia e regiões vizinhas é alarmante. A transferência de tropas e materiais ocidentais para uma região com um conflito de oito anos – assim como o posicionamento de milhares de tropas russas na fronteira ucraniana – serve apenas para encorajar os belicistas. Isto, por sua vez, leva a uma maior militarização de todos os lados que, em última análise, beneficia apenas o complexo industrial militar.

Continuamos a ver os líderes ocidentais sendo subservientes aos Estados Unidos e sua elite dominante. Em resposta, regimes antidemocráticos aprofundam-se no autoritarismo, como forma de oposição ao domínio dos EUA, deixando o mundo preso num perigoso teatro do absurdo que cada lado utiliza para justificar as suas ações.

Enquanto a Europa é sacrificada aos apetites dos imperialistas e a OTAN conseguiu incorporar mais catorze nações desde o fim da Guerra Fria, as vozes ‘progressistas’ estão notoriamente silenciosas. Testemunhamos também a disfuncionalidade dos sistemas internacionais projetados para lidar com questões de “paz e segurança internacional”, com as Nações Unidas aparentemente incapazes de agir além do pódio.

Como DiEM25, nos sentimos compelidos a exigir publicamente:

  • A resolução de todo e qualquer conflito político em curso exclusivamente por meios pacíficos e diplomáticos.
  • O fim das ações provocatórias de ambos os lados incluindo a acumulação de tropas, entrega de armas, exercícios militares em larga escala ou conversas contínuas sobre a expansão das alianças militares envolvidas.
  • O fim da expansão da OTAN, com o objetivo final de tornar a OTAN obsoleta através do desenvolvimento de um sistema de paz comum na Europa e no resto do mundo.
  • Implementar o Green New Deal para a Europa, que tornaria irrelevante a acumulação militar.
  • O atunuamento da retórica e o fim do belicismo por grande dos grandes meios de comunicação.

O investimento contínuo na máquina de guerra afasta-nos ainda mais da cooperação nos grandes desafios do nosso tempo, como as alterações climáticas e a desigualdade global. Não há necessidade de apatia ou resignação: há uma saída para este conflito na direção da paz e cooperação.

Photo (c) Reuters

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here

Nós parasitas revolucionários

Caro comentador do Semanário Expresso, É com grande estupefação que nós, membros de um movimento de esquerda, radical e progressista, nos ...

Ler mais

COP OFF! -A Cimeira Climática Alternativa do DiEM25

No próximo fim-de-semana, sábado e domingo, entre as 17h:00 e as 19:30, vem assistir connosco à COP OFF!, a Conferência Climática Alternativa do ...

Ler mais

Exigimos a demissão do Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, pelas afirmações racistas sobre países não europeus

Josep Borrell proferiu um discurso que revelam a terrível mentalidade racista e colonial que permeia mesmo os mais altos níveis da liderança ...

Ler mais

O lançamento do MERA25 Itália: Um novo partido político, de esquerda e radical

Embora as recentes eleições em Itália possam ter deixado muitos de nós à Esquerda desanimados, já não há motivo para desespero

Ler mais