Declaração DiEM25 e MERA25: Paz Agora!

As guerras em Gaza e arredores, bem como na Ucrânia, não podem ser resolvidas militarmente. Não há vitória militar que não dê origem a mais crimes de guerra, mais sofrimento, mais injustiças contra os mais fracos – e, portanto, mais guerras.

Os governos das principais potências mundiais, os Estados Unidos da América, a China e a União Europeia, não estão a cumprir o seu dever de estabelecer um Processo de Paz paralelo, regulado pelas Nações Unidas, para uma Resolução Justa de ambas as guerras.

O DiEM25 e os partidos políticos do movimento, os MERA25, alargando a nossa Declaração de Atenas (maio de 2022), apelam aos progressistas do mundo para que exijam aos nossos governos que este processo de paz paralelo comece hoje com a cessação das hostilidades como primeiro passo.

Qualquer desculpa para o adiar constitui um serviço monumental à normalização dos crimes de guerra e à instrumentalização da desumanidade que gera novas hordas de refugiados.

Queres receber informação sobre as ações do DiEM25? Junta-te aqui

Yanis Varoufakis responde às perguntas frequentes sobre Israel-Palestina

Respostas a uma série de perguntas que me são feitas frequentemente por amigos e críticos sobre a questão israelo-palestiniana

Ler mais

Uma esquerda verdadeiramente progressista, social e unida é urgente para Portugal

Chegaram ao fim oito anos de governação pelas mãos de António Costa e de mais um partido socialista que, à semelhança dos seus congéneres ...

Ler mais

Petição para a demissão de Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia

Ursula von der Leyen, violou o quadro jurídico da União Europeia e desrespeitou a decência moral básica

Ler mais

Declaração DiEM25 e MERA25: Paz Agora!

As guerras em Gaza e arredores, bem como na Ucrânia, não podem ser resolvidas militarmente. Não há vitória militar que não dê origem a mais ...

Ler mais