Declaração sobre a decisão da extradição de Julian Assange para os E.U.A.

Nenhuma palavra pode expressar o significado do precedente que foi aberto hoje pelo Ministro do Interior britânico Priti Patel ao aprovar a extradição de Julian Assange para os Estados Unidos. É simultaneamente uma violação dos direitos humanos de Julian, e um ataque à liberdade de imprensa, à liberdade de expressão e, em última análise, à própria democracia.

Após três anos já inconcebíveis na prisão de Belmarsh em Londres, um período em que a sua saúde se deteriorou consideravelmente, Julian enfrenta agora até 175 anos atrás das grades nos E.U.A. – um exemplo para todos aqueles que possam ter a audácia de revelar os crimes do governo americano, como corajosamente fez.

Estamos indignados, mas não derrotados. Mesmo que o Supremo Tribunal do Reino Unido confirme a decisão de Patel, o DiEM25, a Progressive International e todos os que defendem a justiça e a democracia levarão a luta para salvar a vida de Assange para o solo americano. Apelamos aos ativistas, jornalistas, políticos de consciência e grupos da sociedade civil para que transfiram a pressão para o Governo e o sistema de justiça dos E.U.A.

A nossa exigência continua a ser a mesma de sempre: Libertem o Julian Assange

Envia já a nossa carta dirigida a Boris Johnson!

 

Queres receber informação sobre as ações do DiEM25? Junta-te aqui

Yanis Varoufakis responde às perguntas frequentes sobre Israel-Palestina

Respostas a uma série de perguntas que me são feitas frequentemente por amigos e críticos sobre a questão israelo-palestiniana

Ler mais

Uma esquerda verdadeiramente progressista, social e unida é urgente para Portugal

Chegaram ao fim oito anos de governação pelas mãos de António Costa e de mais um partido socialista que, à semelhança dos seus congéneres ...

Ler mais

Petição para a demissão de Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia

Ursula von der Leyen, violou o quadro jurídico da União Europeia e desrespeitou a decência moral básica

Ler mais

Declaração DiEM25 e MERA25: Paz Agora!

As guerras em Gaza e arredores, bem como na Ucrânia, não podem ser resolvidas militarmente. Não há vitória militar que não dê origem a mais ...

Ler mais