Declaração de Yanis Varoufakis, líder do MeRA25 Grécia, sobre o resultado das eleições gregas

Temos a obrigação de pôr termo à orbanização do país

O povo pronunciou-se. Nós, do MeRA25 – Coligação para a Ruptura, travámos a luta que tínhamos de travar, pela juventude, por muitos, pelos princípios do humanismo e da racionalidade. Esta noite, a Erdoganização e a Orbanização do país estão completas.

A “Mitsotakis Ltd” ganhou por uma esmagadora maioria. Isto deve-se em grande parte à liderança do SYRIZA, que enterrou a representação proporcional ao não aceitar a nossa proposta, desde há dois anos, de uma convergência pré-eleitoral numa frente comum a favor da ruptura. O resultado foi o aparecimento deste incrível tsunami: uma frente conservadora. O SYRIZA prometeu certas coisas às pessoas – coisas que deviam ser feitas, só que a sua realização exigia a ruptura que a liderança do SYRIZA demonizava.

A nossa própria derrota desta noite será submetida ao microscópio da nossa autocrítica rigorosa, porque o que vem em primeiro lugar durante as próximas três semanas é honrarmos todas as pessoas que acreditaram em nós e que foram às urnas – embora menos do que esperávamos – com sorrisos nos rostos, para apoiar as nossas propostas e o nosso programa de governo coerente, que – quer discordem ou concordem com ele – é sem dúvida um programa muito interessante e útil, um contributo para o debate público.

Este programa será reapresentado nas próximas semanas, juntamente com a autocrítica que iremos fazer, e imagino que com o apoio de muitas pessoas que não votaram em nós, e que agora sabem que os oligarcas estão a abrir o champanhe porque esperam que não voltemos ao Parlamento para os denunciar e expor os seus crimes. Penso, e espero, que o próximo resultado seja muito diferente. Temos uma obrigação sagrada para com todos os progressistas de travar a Orbanização, a Erdogan-ização deste país. Muito obrigado.

Vai haver alguma cooperação com outro partido para as próximas eleições?

Não, de forma alguma. Sabe muito bem que, durante o período eleitoral, não há possibilidade de um acordo programático e já rejeitámos os acordos circunstanciais desde o início.

Queres receber informação sobre as ações do DiEM25? Junta-te aqui

Ei, patrão, deixa os miúdos em paz

Não façamos, em Portugal, dos nossos jovens uma fonte alternativa barata de lucro, como na Holanda

Ler mais

E agora, quem condena a censura e o cancelamento?

Varoufakis foi proibido de visitar a Alemanha e de fazer qualquer tipo de atividade política, incluindo por zoom. Onde estão então, neste ...

Ler mais

Neoliberalismo e Extrema-Direita: A Aliança do Descontentamento

O alavancar do Chega não é apenas fruto de um Portugal intolerante, racista e xenófobo, é, sobretudo, resultado de medidas económicas ...

Ler mais

O MERA25, partido político do DiEM25 na Alemanha, condena a viragem autoritária da Alemanha: Governo alemão apanhado a mentir sobre proibição de Yanis Varoufakis

O Ministério da Administração Interna alemão ultrapassou grosseiramente a sua autoridade ao impor uma proibição antidemocrática ao líder do ...

Ler mais