Opomo-nos ao comércio com colonatos – assina já a petição

Apelamos à nossa audiência e aos nossos membros para assinarem a Iniciativa de Cidadania Europeia para enviar uma mensagem de oposição ao comércio com os colonatos

Embora a UE afirme opor-se à anexação e considere os colonatos ilegais em territórios ocupados um obstáculo à paz e à estabilidade internacionais, o que na realidade pratica a este respeito é muito diferente.

O comércio ainda é permitido entre o Mercado Único Europeu e os colonatos, tornando a sua existência não só viável, mas também economicamente rentável para os ocupantes.

À medida que a guerra avança na Ucrânia, e outros conflitos tragicamente menos populares continuam a assolar na Palestina, no Iémen, no Mali e em muitas outras regiões por todo o mundo, é imperativo que o nosso movimento não apoie o legado de hipocrisia da Europa.

Apoiamos a criação de uma lei que se aplique às relações da UE com territórios ocupados em qualquer região, enviando uma poderosa mensagem por todo o mundo de que a UE deixará de recompensar a agressão territorial com comércio e lucros.

A campanha Stop Trade With Settlements foi iniciada com este mesmo objetivo em mente, e apelamos-te a seguir este link para assinares a Iniciativa de Cidadania Europeia.

Do you want to be informed of DiEM25's actions? Sign up here

DiEM25 tem um plano para a paz na Ucrânia

Membros aprovam a nossa proposta de cinco pontos que visa uma resolução pacífica da guerra Enquanto a guerra na Ucrânia continua, não temos ...

Read more

It’s time to open the black boxes

Fundado sobre o princípio de “pensar global – agir local”, IT’S TIME TO OPEN THE BLACK BOXES! é um projeto de arte participativa fundado pela ...

Read more

Ruína sem esperança? Montenegro sob o jugo do nacionalismo e da corrupção

Montenegro, como tantos outros países, substituiu neoliberais corruptos por populistas de extrema direita aliados à Igreja

Read more

Nós parasitas revolucionários

Caro comentador do Semanário Expresso, É com grande estupefação que nós, membros de um movimento de esquerda, radical e progressista, nos ...

Read more